8º Moto Churrasco reúne centenas de motociclistas em Urupema

A cidade de Urupema na Serra Catarinense sediou no último domingo (04) o 8º Moto Churrasco, centenas de motociclistas e amantes do Rock n´ roll lotaram a Rua Artur Pagani em frente ao Clube 03 de Maio. Um palco foi montado para as apresentações musicais, cinco bandas animaram os visitantes.

Os shows iniciaram pela manhã e se estenderam até o sol se pôr, dentre os cantores participaram bandas de Lages, São Joaquim e o show principal de Gazu ex vocalista da banda Dazaranha. No horário do almoço foi servido pelo Frigozan, cerca de duzentos quilos do famoso frescal de São Joaquim, uma carne suculenta que surpreendeu paladares pelo seu sabor e tempero.

O Moto Clube Renegados de Lages foi um dos mais de trinta participantes do encontro em Urupema. “Todos os anos participamos, o churrasco estava delicioso a as bandas deram um show, ano que vem estaremos prestigiando o evento novamente encarando o frio, disse Fabíola Costa.

“A cada ano o evento vem crescendo, a expectativa era de um público grande e isso confirmou devido a frente fria, muitos motociclistas participaram. Em 2020 pretendo fazer a nona edição no primeiro final de semana de agosto, e vai haver muitas surpresas, revelou Evilin Cristini organizadora do evento.

Mulheres no Rock

Mulheres tocando em bandas de rock tem se tornado cada vez comum, e no Moto Churrasco houve a participação feminina. Brunna Wichoski é guitarrista da banda High Heels de Foz do Iguaçu – PR, ela fez uma participação especial com a banda Mister Jack. “Comecei tocar com 15 anos de idade, é esse meu estilo de vida, o mundo do Rock. É muito legal o cenário, você conhece pessoas faz muitos amigos, mas infelizmente ainda sofro preconceito por parte de algumas pessoas. Tento mostrar que mulheres também tocam música e fazem isso com muita qualidade”, revelou Brunna.

Outra banda que tem uma integrante mulher é a From Nothing de São Joaquim, Dhenifer Ludvich, já tocou vários instrumentos e atualmente seu xodó é a bateria. “Sempre gostei do som da bateria no metal. Mesmo sabendo que não era muito comum mulheres tocarem bateria, resolvi aceitar o desafio que foi proposto de ser baterista e agora estou a me dedicar ainda mais para evoluir nesse instrumento”, disse Dhenifer.

%d blogueiros gostam disto: