Frente parlamentar recebe motociclistas e ouve reivindicações de motoclubes

A Frente Parlamentar em Defesa dos Motociclistas, coordenada pelo deputado Coronel Telhada (PSDB), realizou, nesta segunda-feira, 10/10, no Auditório Franco Montoro da Assembleia Legislativa, a primeira reunião após seu lançamento, ocorrido em 27/8.

Compareceram os deputados Delegado Olim (PP) e Carlão Pignatari (PSDB); o secretário adjunto de Segurança Pública, Sergio Turra; o delegado titular da Divisão de Investigações sobre Roubo e Furto de Veículos e Cargas (Divecar), Valter Sergio de Abreu; o tenente- coronel Arnaldo Luis Theodosio Pazetti, do CPTran; o inspetor Gilson Ferreira de Menezes, comandante da Guarda Civil Metropolitana; entre outras autoridades das policias Civil e Militar.

O deputado Coronel Telhada destacou que o objetivo da frente é discutir os problemas relacionados aos motociclistas, especialmente aqueles ligados à segurança. A falta de policiamento nas periferias foi o principal problema apontado pelo deputado, que enfatizou a necessidade de que haja viaturas na rua e que os motociclistas sejam abordados com mais frequência e eficiência. Telhada defendeu a ampliação da presença das Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas (Rocam), da Força Tática e da Rota nas ruas.

Os motociclistas são o elemento mais vulnerável do trânsito, avaliaram as autoridades presentes, que destacaram como a principal necessidade para a prevenção da criminalidade relacionada aos motociclistas a intensificação do policiamento nas ruas. As estatísticas apresentadas demonstram uma diminuição do roubo de veículos nos últimos anos, mas o número ainda é grande e precisa ser combatido.

O secretário adjunto de Segurança Pública, Sergio Turra, citou medida tomada recentemente que integra o monitoramento de vídeos do Estado com os radares da prefeitura que passam a detectar roubos de veículos, além de detectarem as infrações de trânsito.

Vários integrantes de motoclubes participaram do evento e fizeram reivindicações às autoridades presentes. Questionaram a falta de policiamento e a pouca eficiência no que diz respeito à prevenção de roubo de motocicletas. A falta de segurança nas ruas e nas estradas também foi preocupação largamente levantada pelos motociclistas.

%d blogueiros gostam disto: