Ponte Rio x Niterói, uma via que não pensa na segurança dos motociclistas

A Ponte Rio x Niterói, quando foi idealizada, tinha 3 pistas e acostamento e com o tempo e aumento do numero de carros, resolveram acabar com o acostamento, diminuir a largura das pistas e criar uma quarta pista de rolamento e com isso nós motociclistas em caso de pane, corremos muitos riscos.

Muitos motoristas quando fecham um motociclista ou quando derruba uma moto falam: “eu não vi a moto”, agora imagine a situação de uma moto pequena em relação a carros, caminhões e ônibus parada no meio da Ponte Rio x Niterói?!

Não podemos imaginar uma moto andando como carro em uma via, seria algo que causaria muitos problemas no transito da cidade. O Padrão internacional de largura de faixas de rolamento são de 3,6m e as faixas da ponte tem apenas 3m.

Hoje o motociclista Celso Cortês ao passar pela ponte registrou um motociclista caido no meio da pista e interditanto 3 das 4 faixas de rolamento.

Segundo podemos apurar, o motociclista bateu com o braço.