Ação orienta 500 motociclistas em dois dias na Via Anchieta

Ação da Ecovias, concessionária responsável pelo SAI (Sistema Anchieta-Imigrantes), em parceria com a Polícia Militar Rodoviária e a Yamaha, realizou abordagens a 500 motociclistas que trafegaram pelo km 10 da Anchieta sentido Litoral entre quarta-feira e ontem. Denominada Pit Stop Pela Vida, a campanha integra o calendário oficial do Maio Amarelo, período que busca conscientizar a sociedade a respeito do alto número de mortes no trânsito.

Somente no SAI foram registradas 16 mortes entre janeiro e março, sendo que dez vítimas fatais foram motociclistas, número 60% maior do que o observado no mesmo período do ano passado.

Durante a abordagem, que dura cerca de cinco minutos, são checados itens de segurança, além da parte elétrica da moto, bem como condição de pneus e a utilização da viseira fechada para evitar problemas com insetos que podem invadir o capacete. “O Pit Stop Pela Vida tem objetivo de reduzir as mortes, já que as motos representam o segundo maior grupo de envolvimento em acidentes”, aponta o supervisor do Centro de Controle Operacional da Ecovias, Douglas Alves.

“As motos estão andando em paralelo aos veículos. Quando você faz isso com a mesma velocidade, ele (motorista do carro) não tem como ver o motociclista. É preciso respeitar distância mínima de cinco metros do veículo à frente”, recomenda o instrutor de pilotagem Helio Mazzarella.

%d blogueiros gostam disto: