Arena Cross: Jean Ramos sai na frente na temporada 2017

A abertura da temporada 2017 que marca a 19ª edição da tradicional competição de motocross noturno, Arena Cross, prometia fortes emoções e disputas eletrizantes na noite do último sábado (28/04), na pista montada na cidade de Caraguatatuba, no litoral norte do Estado de São Paulo.
Ao final da noite, ao longo de um dia que foi carregado pela temperatura desfavorável e castigado pela chuva, apenas a prova das 50cc, os dois Desafios 1×1 e a primeira bateria da categoria PRO acabaram sendo concluídas. O show de Freestyle e a segunda bateria da PRO foram adiados em função do mau tempo e para segurança dos participantes.
50cc: primeira disputa da noite, a 50cc tirou sorrisos e muitos aplausos do público que compareceu em bom número ao evento. Melhor nos treinos, Rafael Becker #7 confirmou seu favoritismo e faturou a primeira prova do ano. Em segundo lugar, Felipe Marques #160, com Lucas da Silva #17 na terceira colocação completando os três primeiros.
Duelos: o primeiro Duelo 1×1 da noite, entre os pilotos Jean Ramos #1 da Yamaha/Geração e Paulo Alberto #211 da Honda Racing Brasil levantou o público em Caraguatatuba. Largando melhor, o atual campeão do Arena Cross, Jean Ramos, dominou as duas voltas e conquistou os dois primeiros pontos do campeonato. Diferente dos anos anteriores, o segundo colocado faturou um ponto na disputa.
No Duelo 1×1 de ídolos, disputado entre os pilotos Rafael Ramos #6 e o veterano compeditor americano e músico country Gene Fireball #1, muita diversão e companheirismo entre os dois ídolos da modalidade. Atletas de renome internacional no motocross, ambos fizeram uma corrida bastante descontraída, com vitória do Brasileiro.
PRO: no momento mais esperado da noite, a disputa entre os melhores pilotos do mundo foi de tirar o fôlego. Com a pista bastante castigada pela chuva, Jean Ramos da Yamaha/Geração tomou a frente desde a primeira volta e de lá não saiu. A vitória foi tranquila, com Ramos colocando uma volta em cima de praticamente todos os pilotos do circuito. Diferente dele, os demais disputaram todas as posições com muita garra. Ao final, Jetro Salazar #920 da Escuderia X/Honda acabou na segunda colocação, seguido de perto por Lucas Dunka #934, também da Escuderia X/Honda.
Terminada a primeira bateria, uma reunião entre direção de prova e os próprios pilotos culminou com o cancelamento da apresentação de Freestyle e da segunda bateria da categoria PRO. “É uma questão de segurança. A integridade física dos pilotos tem que vir em primeiro lugar e com isso, chegamos a uma difícil decisão de cancelarmos as duas atividades. O público entendeu e acredito ter sido a melhor escolha”, explicou o Diretor de Marketing da Romagnolli Promoções e Eventos, Leandro Romagnolli.
Para Jean Ramos, a vitória teve sabor especial pelas dificuldades da pista. “Foi uma prova muito técnica. Felizmente os três primeiros colocados são curitibanos e nós treinamos nessas condições climáticas na semana passada. Isso acabou facilitando nosso desempenho. Fico muito feliz pelo trabalho da minha equipe e não tinha uma maneira mais especial de iniciar a temporada”, comemorou o atleta.
Ação social e cidade satisfeita: o público que compareceu ao evento contribuiu trocando dois quilos de arroz ou de feijão por ingressos. A ação social que arrecada cerca de cinco toneladas é toda direcionada ao Fundo Social da cidade de Caraguatatuba. “Feliz por termos feito um evento grandioso e por termos contribuído tanto com esses alimentos. Infelizmente o clima não ajudou, mas saímos com a sensação do dever cumprido”, explicou Carlinhos Romagnolli, organizador do evento.
RESULTADOS
 
Categoria PRO
1º Jean Ramos #1 – Yamaha/Geração – 22 pontos
2º Jetro Salazar #920 – Escuderia X/Honda – 17 pontos
3º Lucas Dunka #934 – Escuderia X/Honda – 15 pontos
4º Adam Chatfield #407 – Dunas/Honda – 13 pontos
5º Hector Assunção #30 – Honda Racing Brasil – 11 pontos
6º Marcello Lima #5 – Kawasaki/EMG – 10 pontos
7º Paulo Alberto #211 – Honda Racing Brasil – 10 pontos
8º Duda Lima #2 – Kawasaki/EMG – 08 pontos
9º Humberto Martin #101 – Rota K – Reganhão Racing/Kawasaki – 07 pontos
10º João Pedro Ribeiro #282 – Ipiranga/Honda – 06 pontos
11º Fábio Santos #4 – Yamaha/Geração – 05 pontos
12º Leandro Pará #958 – Escuderia X/Honda – 04 pontos
13º Caio Lopes #134 – Rota K – Reganhão Racing/Kawasaki – 03 pontos
14º Mattis Karro #91 – Honda Racing Brasil – 02 pontos
Categoria 50cc
1º Rafael Becker #7 – 20 pontos
2º Felipe Marques #160 – 17 pontos
3º Lucas da Silva #17 – 15 pontos
4º Luiz Henrique Tapari #158 – 13 pontos
Não classificados (não completaram 75% da prova)
5º Francisco Emílio #6 – 0 pontos
6º Eduardo de Araújo #77 – 0 pontos
7º Matheus Lima #515 – 0 pontos
8º Arthur Duarte #65 – 0 pontos
9º Nikolas Tapari #22 – 0 pontos
10º Breno Aguiar #222 – 0 pontos
11º Giovana Duarte #128 – 0 pontos
12º Renato Esteves #50 – 0 pontos
Fotos: Ney Evangelista/Arena Cross

%d blogueiros gostam disto: