BMW confirma nova F 900 R para o Brasil e promete ‘rival da Harley’

Destaques incluem as novas F 900 XR e S 1000 XR, que também estão confirmadas para o mercado brasileiro.

A BMW apresentou nesta terça-feira (5) as novas F 900 R, F 900 XR e S 1000 XR no Salão de Milão, na Itália. Os lançamentos ocorrem no dia reservado para a imprensa no evento, que é o principal do setor.

As novidades foram confirmadas para o Brasil pelo chefe de vendas e marketing da BMW Motorrad, Timo Resch, ao G1. As datas dos lançamentos, porém, ainda não estão definidas.

“F 900 R e F 900 XR devem demorar mais para chegar, mas a S 1000 XR será lançada no segundo semestre de 2020”, disse Resch.

Para 2020, a montadora confirmou que retornará ao segmento custom com a R18, que teve mais uma versão conceito mostrada no Salão de Milão. A “rival da Harley-Davidson” terá versão final revelada em 2020.

Na véspera, a Honda antecipou suas novidades e revelou a nova Fireblade CBR 1000 RR-R, com motor de 217 cavalos.

F 900 R com motor maior

A nova F 900 R havia feito sua “estreia mundial” antecipada em registro de patente no Brasil, mas somente agora seus detalhes técnicos foram revelados.

O motor se baseia no da F 850 GS, mas ficou maior, passando de 853 cc para 895 cc. Com dois cilindros, ele rende 105 cavalos de potência e 9,4 kgfm de torque, e também é utilizado na versão “aventureira” F 900 XR. Na F 850 GS, a potência é de 95 cavalos na Europa e de 80 cavalos no Brasil.

O tanque de combustível tem 13 litros na F 900 R, contra 15,5 litros da F 900 XR.

As duas versões são equipadas de fábrica com freios ABS, dois modos de condução (Rain e Road), faróis de LED (com iluminação que acompanha as curvas como opcional) e painel colorido de TFT com 6,5 polegadas. Ambas também têm 3 variações de cores cada.


%d blogueiros gostam disto: