Cecchinello fala de Crutchlow e de equipa LCR com duas motos

Lucio Cecchinello on 2015 plans for LCR Honda with Crutchlow
Apenas dois dias depois de anunciar que Cal Crutchlow vai rodar pela sua equipa no próximo ano, Lucio Cecchinello falou com o motogp.com para discutir a assinatura de contrato com o britânico e os planos para fazer correr duas motos na época de 2015.
A partir do início do próximo ano a formação monegasca vai passar a dar pelo nome CWM-LCR Honda. Não só passará a contar com Crutchlow, mas Cecchinello confirma ainda que vai fazer competir uma máquina de especificação Open ao lado da de Fábrica de Crutchlow.
Quando decidiste forcar-te no Crutchlow e como decorreram as negociações?
O nosso objectivo foi sempre ter um programa ambicioso para o próximo ano; o sonho tornou-se realidade graças ao novo patrocinador britânico CWM, um líder no sector financeiro. Assinámos contrato no final de Julho e desde então ficámos a saber que tínhamos a possibilidade de fazer correr duas motos. O patrocinador confirmou a vontade de correr com o Stefan Bradl, a quem fizemos uma oferta no final de Julho. Ele disse-nos que precisava de mais tempo porque queria avaliar todas as ofertas que tem; vi que o interesse dele começava a ser menor e não queria que o nosso novo patrocinador perdesse interesse também. Assim, começámos a olhar para outros pilotos de topo no mercado, explorando todas as opções. Entre eles estava o Cal Crutchlow a já tínhamos estado em contacto com o manager dele, o Bob Moore, desde o início de Julho. Depois voltámos a falar e chegámos todo a acordo muito rapidamente quanto aos termos; foi uma questão de dias.
O que é que o Crutchlow tem que te convenceu que ele era o piloto a escolher?
Em 2013 o Cal teve uma grande época, com quatro pódios e duas pole positions (com a Monster Yamaha Tech 3) pelo que achei que era uma alternativa viável ao Stefan, apesar de actualmente estar a ter uma época difícil com a Ducati e de não estar tão confortável na moto como quando estava com a Yamaha. Acredito que, com ele, a nossa equipa pode rodar ao mais alto nível e o objectivo é estar na frente com os melhores.
Quantas épocas abrange o novo contrato do Crutchlow? E ele vai trazer algum do seu pessoal técnico?
O contrato foi assinado para a temporada de 2015; depois há uma opção do nosso lado para 2016, tendo por base principalmente os resultados, e tudo isto está ligado à disponibilidade da Honda. Em termos de pessoal técnico, vamos começar a olhar para isso a partir de Indianápolis.
Podes dizer-nos quantas motos vais fazer correr em 2015?
Estamos a preparar-nos para fazermos correr uma moto Opção Fábrica e depois uma segunda máquina de especificação Open; contudo, com esta última temos ainda de confirmar o programa, ou o piloto. Seja como for, a nossa prioridade é termos uma moto Opção Fábrica e um piloto competitivo, como desejado pelo patrocinador.
Alguns rumores do paddock continuam a ligar o actual líder do Campeonato de Moto3™ Jack Miller a um lugar na LCR MotoGP™…
O Jack Miller foi, é claro, abordado pela Honda, mas não tenho conhecimento do estado de qualquer negociação. Assim que o programa estiver definido caberá à HRC colocá-lo numa das posições disponíveis. A LCR seria uma das possibilidades, mas a decisão estaria a cargo dos envolvidos.
Tudo isto quer dizer que, ao cabo de três épocas, vais terminar a relação de trabalho com o Stefan Bradl. Como resumes esses três anos?
A LCR existe desde 1996 e, sem dúvidas, o Stefan é o piloto com o qual melhor trabalhámos. Ele é muito sério, preciso e sensível; demonstrou que é capas de desenvolver uma moto e mostrou resultados consistentes. Foram muitas as vezes em que somou pontos importantes, em vez de cair e de ficar a zeros. Trouxe-me muita emoção e espero sentir muitas mais até ao final do ano. É um piloto que estará sempre perto do coração.
Esta página, tem por objetivo informar de maneira rápida e eficaz os eventos e acontecimentos do mundo motociclístico, porém, não se responsabiliza por informações inverídicas, ou por eventos cancelados, ou por eventos não realizados, pois tais informações são fornecidas diretamente pelos próprios organizadores.
 
Então, antes de se deslocar até o evento, confirme se não houve cancelamento ou a existência do mesmo.
 
Boas estradas.
 
——–
 
Quer a cobertura fotográfica do seu evento feita pelo Eventos Motociclísticos?   Solicite uma cotação pelo e-mail contato@eventosmotociclisticos.com.br ou eventosmotociclisticos@gmail.com e tenha a cobertura do seu evento em tempo real sendo divulgado no instagram e fotos de altíssima qualidade feitas por um fotografo com experiencia desde 2007.
 
 
——-
 
 
 
Baixe o aplicativo gratuitamente e tenha no seu smartphone as informações sobre eventos motociclísticos em todo Brasil e até no exterior, além de dicas de bandas para seu evento e noticias sobre motos e motociclismo.
 
O aplicativo está disponível no Google Play Store e na Apple Store. 
 
Também estamos no instagram, envie sua fotos com a hastag ‪#‎eventosmotociclisticos‬ e tenha sua foto publicada na hora em nossa pagina e compartilhe com os irmãos motociclistas como está o evento em tempo real.
 
 
O Aplicativo Eventos Motociclísticos tem o patrocínio de:
Tony Cavalcanti Fotografo – www.tonycavalcanti.com.br
Marcelo Campos Advogado

Deixe já o seu comentário

%d blogueiros gostam disto: