Covid-19: Mundiais de motos podem prolongar-se até 2021

Presidente da FIM recusa tabus, mas alerta também para os perigos do pânico generalizado

O presidente da Federação Internacional de Motociclismo (FIM), o português Jorge Viegas afirmou que os campeonatos podem estender-se até 2021 devido à pandemia de Covid-19.

As provas têm sido sucessivamente adiadas nas várias modalidades – como o MotoGP que não começou e, perante a perspetiva de os sucessivos adiamentos levarem as competições até final do ano, Jorge Viegas vai mais longe.

“Imagine-se que vários eventos ainda têm de ser cancelados e que temos de concluir as corridas muito mais tarde. Nós iremos tão longe quanto preciso para manter os campeonatos dignos desse nome. Se for necessário iremos até janeiro de 2021. Para nós, não é tabu.”

O presidente da FIM esclarece que o organismo está a seguir as “diretivas dos governos e da Organização Mundial de Saúde”, mas frisa também que não vai dramatizar, pois, afirmando que “a disseminação da doença tem de ser parada” diz que o “pânico generalizado está instalado” e que é preciso ter cuidado com o “perigo” que é a “histeria global”.

%d blogueiros gostam disto: