Fireblade 2018: O que Eric Granado achou da máquina?

Estivemos no autódromo Velo Città a convite da Honda para o lançamento e test-ride da nova CBR 1000 RR Fireblade 2018 e durante o evento quem apareceu por lá foi nada mais nada menos que o piloto do Superbike Brasil e MotoGP na categoria Moto 2, Eric Granado.

Aproveitamos a oportunidade para fazer uma “mini entrevista” com o campeão do Campeonato Europeu de Moto2 de 2017 e da principal categoria de motovelocidade do país, a 1000 cc do Superbike Brasil, onde compete com uma CBR 1000 RR.

O jovem piloto que acabou de fazer 22 anos no dia 10 de junho nos contou como é pilotar a nova Fireblade 2018, além de falar sobre o seu retorno ao MotoGP na Moto2 e como é correr dois campeonatos ao mesmo tempo.

Eric Granado fala da sua CBR 1000 RR 2017 vs 2018

Perguntamos ao Eric como foi pilotar a sua versão de 2017 e o que ele achou e sentiu de diferente com a nova versão, a qual já foi campeã da primeira etapa do Superbike 2018.

Motorede: Como é pilotar a Fireblade no Superbike?

Eric Granado: Esse é o meu segundo ano na categoria 1000 cc, ano passado eu participei com a antiga CBR 1000 e esse não começamos com a nova. A moto realmente é incrível. Tem uma tecnologia super avançada e tem uma evolução muito grande na parte eletrônica. Ela também é muito mais leve e tem a melhora relação peso potência.

Estou muito feliz, a moto tem um potencial enorme que a gente já pôde ver na primeira etapa, onde conseguimos vencer, e me dá mais confiança para temporada saber que tenho uma moto como essa.

Motorede: Como você pilotou as duas versões, e o novo modelo possui peças de titânio, ficou mais estreita entre outras mudanças, aonde sentiu mais diferença entre elas?

Eric Granado: Acho que num todo a moto (nova) é mais completa agora, temos mais auxílio na eletrônica (controle de tração, controle anti-wheeling), a moto é mais leve e então é mais ágil, os freios foram melhorados, as regulagens da suspensão, então tudo isso te dá mais confiança e poder sobre a moto.

Motorede: E conta pra nós, você já chegou a pilotar a versão que testamos no autódromo Velo Città? O que achou?

Eric Granado: Eu já havia testado ela ano passado, antes do lançamento no Salão Duas Rodas, e por ser uma moto de rua realmente é uma moto incrível, muito completa e que dá uma confiança enorme. Com certeza quem tiver essa moto na rua vai estar 100% seguro.

Assista abaixo o bate-papo completo com o piloto brasileiro Eric Granado:

 

Fonte: Motorede

%d blogueiros gostam disto: