GP LIGHT: COM TRÊS MARCAS NA PRIMEIRA FILA, NUNES É POLE

Publicado em Press Oficial 2015

 

aa8cd4d720c6e553885016499a3a0ca2_L

 

Líder da temporada mantém aproveitamento de 100% nos treinos e lidera o grid na quinta etapa do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade

Líder da categoria GP Light na temporada de 2015 do Moto 1000 GP e mais rápido em todos os treinos livres e classificatórios do fim de semana do GP Lubrax, Rafael Nunes conquistou neste sábado (29) a pole position para a quinta etapa. O paranaense do Team Suzuki-PRT vai alinhar a moto número 36 em primeiro lugar no grid deste domingo (30) no Autódromo Internacional de Curitiba. A corrida terá largada às 13h05, para 16 voltas.

Esta é a terceira pole de Nunes na temporada. Ele largou em primeiro para a corrida que abriu o Campeonato Brasileiro de Motovelocidade, também no circuito da capital paranaense, e repetiu a dose na terceira etapa, realizada em Goiânia. Com duas vitórias, um segundo e um quarto lugar em corridas, ele lidera a competição 16 pontos à frente do vice-líder gaúcho Marcelo Dahmer, que vai largar em segundo com a Honda da K Racing.

A primeira fila do grid do GP Lubrax terá motos de três marcas, em clara mostra do equilíbrio técnico que marca o Moto 1000 GP: a Suzuki de Nunes, a Honda de Dahmer e a Kawasaki do também curitibano Helison Chin, que faz sua estreia na competição pela Moto 3. Da mesma forma, a segunda fila terá três marcas: a Honda do carioca Pedro Lins, a BMW do catarinense Márcio Pereira e a Kawasaki do também catarinense Diogo Ramos.

O GP Lubrax, neste domingo, terá transmissão ao vivo a partir das 13h nos canais Bandsports e Esporte Interativo e no portal Terra, com a íntegra das categorias GP Light e GP 1000 e VTs compactos da GPR 250 e da GP 600. As quatro corridas serão exibidas ao vivo no canal do Moto 1000 GP do YouTube, indicado na página inicial do site moto1000gp.com.br. A geração de imagens é atribuição da produtora paranaense Master/CATVE.

MOTO 1000 GP – GRID DA GP LIGHT

(Resultado do treino classificatório deste sábado)

Q2

1º) Rafael Nunes (PR/Suzuki), Team Suzuki-PRT, 1min23s293

2º) Marcelo Dahmer (RS/Honda), K Racing, 1min23s475

3º) Helison Chin (PR/Kawasaki), Moto 3 Racing Team, 1min23s524

4º) Pedro Lins (RJ/Honda), Center Moto Racing Team, 1min24s405

5º) Márcio Pereira (SC/BMW), MS Racing Team, 1min24s465

6º) Diogo Ramos (SC/Kawasaki), SBK Moto Racing, 1min24s550

7º) Jean Vieira (SC/Kawasaki), MS Racing Team, 1min24s568

8º) Henrique Castro (DF/Kawasaki), City Service BSB Motor Racing, 1min25s273

Q1

9º) Marcello Souza (SP/Kawasaki), JC Racing Team, 1min25s337

10º) Ricardo Levy (SP/Ducati), DRT-Ducati, 1min25s616

11º) Pablo Nunes (SC/Kawasaki), SBK Moto Racing, 1min25s670

12º) Luciano Donato (SP/BMW), BMW Motorrad Petronas Racing, 1min25s685

13º) Erlon Franco (MS/Kawasaki), Target Race Superbike Team, 1min25s948

14º) Alexandre Godói (PR/Kawasaki), Grinjets, 1min25s986

15º) Ueber Torres (PR/Kawasaki), Moto 3 Racing Team, 1min26s282

16º) Edson Luiz (SC/Kawasaki), 2MT-PRT, 1min26s419

17º) Maurício Paludete (SP/BMW), Sport Plus Racing, 1min26s588

18º) Marcos Ramalho (PR/Kawasaki), 2MT-PRT, 1min28s975

19º) Wellison Rocha (SP/Kawasaki), Target Race Superbike Team, 1min29s347

20º) Thiago Fonseca (PE/Honda), Center Moto Racing Team, 1min29s422

21º) Danilo Berto (SP/Ducati), DRT-Ducati, 1min30s572

22º) Paulo Nicoletti (SP/Suzuki), NQCT Racing, 1min30s619

23º) Alen Modesto (BA/Kawasaki), Motonil Motors-PDV Brasil/Usatec BSB Team, sem tempo

Média do 1º: 159,701 km/h

CLASSIFICAÇÃO

Já computada a bonificação pela pole do GP Lubrax, a classificação da GP Light é: 1º) Rafael Nunes, 89 pontos; 2º) Marcelo Dahmer, 73; 3º) Henrique Castro, 57; 4º) Jean Vieira, 46; 5º) Ricardo Levy, 36; 6º) Marcos Ramalho, 31; 7º) Ricardo Negretto, 29; 8º) Diogo Ramos, 27; 9º) Edson Luiz e Pedro Lins, 23; 11º) Erlon Franco, 22; 12º) Márcio Pereira, 17; 13º) Luciano Donato, 16; 14º) Sandro Campos, 13; 15º) Fabiano Hazan e Gian Filippis, 9.

As motocicletas do Campeonato Brasileiro de Motovelocidade utilizam a gasolina Petrobras Podium e o óleo lubrificante Lubrax Tecno Moto. Petrobras e Lubrax patrocinam a competição ao lado da Michelin, que fornece pneus a todas as equipes participantes. O Moto 1000 GP também conta, em sua quinta temporada de história, com apoio de Beta Ferramentas, Puig, MSR Macacões Personalizados, Servitec, LeoVince, Shoei e Tutto Moto.

Deixe já o seu comentário

%d blogueiros gostam disto: