Honda dá uma nova versão para a SH 150i

A Honda apresenta mais uma grande novidade para o seu line-up de motocicletas. Trata-se da linha 2018 do scooter SH 150i que passa a contar também com a versão DLX, em linhas ainda mais exclusivas para os motociclistas que procuram o máximo em eficiência, praticidade, conforto e tecnologia, mas sem abrir mão do design elegante e diferenciado do modelo. Com três anos de garantia sem limite de quilometragem e mais sete trocas de óleo gratuitas, a inédita versão DLX será disponibilizada na cor Preto Perolizado e preço público sugerido de R$ 12.950,00. Na versão ABS, a novidade fica por conta da nova cor Vermelho Perolizado, além da manutenção do Azul Perolizado com preço público sugerido de R$ 12.450,00.

Apresentada ao público no ano passado, a SH 150i se destaca por possuir um novo conceito e grandes diferenciais como todo conjunto de lanternas e luzes traseiras e dianteiras em LED, Idling Stop, tecnologia que desliga o motor em marcha lenta por até 3 segundos, religando-o automaticamente quando acionado o acelerador, tomada de 12v, rodas de liga leve de 16 polegadas, Smart Key, além de sistema de freios ABS (antitravamento), entre outros itens. Com a introdução da versão DLX, o consumidor passa a ter uma nova opção com visual ainda mais exclusivo com a tonalidade Preto Perolizado predominante mesclada ao dourado perolizado na parte frontal da carenagem, proporcionando leveza a um toque de classe e beleza ao conjunto.

Conforto, estilo e segurança

Uma de suas principais características é o assoalho plano dos pés que facilita o subir e descer da moto, além de liberar a movimentação das pernas durante a pilotagem. Com a disposição facilitada pelo maior espaço, o modelo possibilita o carregamento de pequenos volumes, facilitados por uma alça de fixação muito útil para bolsas, sacolas e mochilas durante o deslocamento, além de porta objetos com tomada 12V para carregamento de celulares. Sob o assento há espaço graças a um guarda-volume com capacidade para até um capacete fechado.

Outro ponto forte é a ergonomia proporcionada pelo guidão posicionado de forma confortável, independente da estatura do piloto, graças à altura do assento (799mm). Na traseira há espaço e boa comodidade, com destaque para os apoios de pés retrateis que, quando não utilizados, se incorporam à estrutura das carenagens laterais, sem sobressaltos. As alças de apoio também apresentam design exclusivo e refinado, com possibilidade de fixação de bauleto traseiro central.

Um dos principais diferenciais do modelo está em seu pacote tecnológico. Modelo mais completo no segmento, a SH150i incorpora a tecnologia Smart Key (chave presencial), sistema de freios com ABS (antitravamento), rodas de liga leve de 16 polegadas e o Idling Stop, tecnologia que desliga o motor em marcha lenta por até 3 segundos, religando-o automaticamente quando acelerado, promovendo uma pilotagem mais prazerosa além de economia de combustível. O painel de instrumentos é equipado com velocímetro central analógico de fácil leitura, além de indicadores de nível de combustível, temperatura da água, e uma tela digital com relógio, hodômetro, além de consumo, parcial e instantâneo.

Conjunto mecânico confiável

O motor permanece com o propulsor monocilíndrico OHC (Over Head Camshaft) de 149,3 cm³, 4 tempos, com injeção eletrônica PGM-FI (Programmed Fuel Injection) e arrefecimento a liquido. A potência máxima é de 14,7 cv a 7.750 rpm e o torque máximo de 1,40 kgf.m a 6.250 rpm garantem boas respostas no acelerador. A transmissão é automática do tipo CVT, que não exige trocas de marchas e facilita a pilotagem.

O conjunto de freios (dianteira e traseira), conta com sistema antitravamento ABS, com disco de 240mm. Outras características que favorecem a pilotagem estão no entre eixos mais curto (1.340mm); baixo peso (129kg) e na distância mínima do solo (146mm). A suspensão dianteira é do tipo garfo telescópico, com curso de 100mm. Na traseira, possui sistema com dois amortecedores que possibilitam até 5 ajustes de pré-carga na mola (curso de 95mm), com maior suavidade e conforto na pilotagem.

Disponível em toda rede de concessionários à partir de Fevereiro, a scooter SH150i 2018 estará à venda nas versões ABS nas cores Vermelho Perolizado e Azul Perolizado, com preço público sugerido de R$ 12.450,00 e na versão DLX na cor Preto Perolizado e preço público sugerido de R$ 12.950,00. Os preços têm como base o Estado de São Paulo, e não incluem despesas com frete e seguro. A garantia do modelo é de três anos, sem limite de quilometragem, com fornecimento gratuito de óleo em sete revisões.

Família SH: estilo consagrado

Com mais de 1 milhão de modelos vendidos na Europa desde o seu lançamento, na década de 1980, a família SH é comercializada no Brasil nas versões de 150cc (SH150i) e 300cc (SH300i). Projetados para oferecer o máximo em conforto e praticidade com total elegância e modernidade, os modelos aliam beleza e sofisticação para um público jovem que não pode perder tempo e busca dinamismo e liberdade nos grandes centros urbanos. Completos de série, ambas às versões apresentam tecnologias exclusivas à família no segmento de motocicletas como Smart Key (chave presencial) e Idling Stop, apresentando um novo conceito de mobilidade para um consumidor que busca uma alternativa ao automóvel, sem abrir mão de praticidade, economia e agilidade nos trajetos urbanos.

Sobre a Honda no Brasil: Em 1971, a Honda iniciava no Brasil as vendas de suas primeiras motocicletas importadas. Cinco anos depois, era inaugurada a fábrica da Moto Honda da Amazônia, em Manaus, de onde saiu a primeira CG, até hoje o veículo mais vendido do Brasil. De lá para cá, a unidade produziu mais de 22 milhões de motos, além de quadriciclos e de motores estacionários que formam a linha de Produtos de Força da Honda no País, também composta por motobombas, roçadeiras, geradores, entre outros produtos. Para facilitar o acesso aos produtos da marca, em 1981 nasceu o Consórcio Honda, hoje a maior administradora de consórcios do mercado nacional, que faz parte da estrutura da Honda Serviços Financeiros, também composta pela Seguros Honda e o Banco Honda. Dando continuidade à trajetória de crescimento, em 1992 chegavam ao Brasil os primeiros automóveis Honda importados. Em 1997, a Honda Automóveis do Brasil iniciava a produção do Civic, em Sumaré (SP), de onde já saíram mais de 1,5 milhão de veículos. Durante esses anos a empresa também inaugurou Centros Educacionais de Trânsito, de Treinamento Técnico, de Distribuição de Peças e de Pesquisa & Desenvolvimento. Estruturou uma rede de concessionárias hoje composta por aproximadamente 1500 endereços. Em 2014, em uma iniciativa inédita no segmento, a Honda inaugurou seu primeiro parque eólico do mundo, na cidade de Xangri-Lá (RS). O empreendimento supre toda a demanda de energia elétrica da fábrica de Sumaré, reduzindo os impactos ambientais das operações da empresa. Em 2015, a Honda Aircraft Company anunciou a expansão das vendas do HondaJet, o jato executivo mais avançado do mundo, para o Brasil. E a segunda planta de automóveis da marca foi construída na cidade de Itirapina (SP) porque muito mais está por vir. Saiba mais em www.honda.com.br e www.facebook.com/HondaBR

%d blogueiros gostam disto: