Indonésia confirma visita de chefe da MotoGP e fala em “receber corridas de moto no futuro”

A Indonésia admitiu o interesse em receber uma corrida da MotoGP no futuro. Em um comunicado enviado à imprensa, a Corporação para Desenvolvimento do Turismo na Indonésia (ITDC) confirmou uma visita de Carmelo Ezpeleta, diretor-executivo da Dorna, promotora do Mundial de Motovelocidade, ao país e afirmou que foi apresentado ao dirigente “um conceito potencial para receber corridas de moto no futuro”.

A Indonésia é um dos grandes mercados mundiais para a indústria de motocicletas. A Yamaha, por exemplo, tem sua maior produção no mundo na fábrica local.

O GP da Indonésia aconteceu pela última vez em 1997, quando Valentino Rossi venceu a prova das 125cc e Tadayuki Okada subiu ao topo do pódio nas 500cc. Nos últimos anos, porém, os trabalhos para levar o certame de volta a território indonésio têm sido intenso, mas ainda sem resultados.

Na nota enviada à imprensa, a ITDC confirma que “entre o GP da Austrália realizado em Phillip Island e o GP da Malásia, o Sr. Carmelo Ezpeleta, diretor-executivo da Dorna Sports SL, junto com o diretor-esportivo, Sr. Carlos Ezpeleta, fizeram uma pausa breve para visitar a ilha de Bali, se hospedando em um dos resortes cinco estrelas de Nusa Dua, uma propriedade turística integrada de 350 hectares, de propriedade e administrada pela ITDC”.

Diretor-executivo da ITDC, Abdulbar M. Mansoer acompanhou os Ezpeleta em Nusa Dua e também em uma visita de um dia a ilha de Lombok para visitar o resort Mandalika, que está sendo desenvolvido pela corporação.

“Especificamente, nesta viagem, a Dorna estava visitando uma possível locação para receber futuramente corridas de moto dentro da propriedade turística integrada de 1.175 hectares”, diz a nota.

“O Sr. Carmelo Ezpeleta esteve principalmente no Nusa Dua para uma merecida pausa no Bali National Golf Club antes de ir para Kuala Lumpur para o GP da Malásia, em Sepang”, disse Mansoer. “Não foi a primeira vez dele na ilha, já que ele visitou Nusa Dua há cerca de dois anos”, seguiu.

“Nesta visita, em seu cronograma agitado e no intervalo entre duas corridas, ele queria visitar Bali e Lombok, onde nós o recebemos no Mandalika e apresentamos o potencial conceito para recebermos corridas de moto no futuro”, explicou. “A visita foi breve, mas nós acreditamos que ele sinceramente curtiu essa pausa e, claro, ficaríamos felizes em recebê-lo em Bali e Lombok em um futuro breve”, completou.

Nem a Dorna e nem tampouco a ITDC deram maiores detalhes sobre o projeto. No último fim de semana, o braço espanhol do site ‘Motorsport.com’ noticiou que o projeto é fazer uma corrida urbana na Indonésia.

Em 2015, Ezpeleta chegou a visitar a Indonésia para um projeto de incluir o traçado de Sentul no calendário de 2017, mas isso não aconteceu. No ano passado, surgiu a possibilidade de a corrida ser realizada no Circuito Internacional de Jakabaring, em Palemband, em Sumatra Meridional, mas o projeto que envolvia Herman Tilke tampouco se consolidou.

%d blogueiros gostam disto: