Motociclistas homenageiam amigo internado com coronavírus em hospital de SP

Grupo fez orações e recebeu o paciente Dante Dias da Costa, de 63 anos, com palmas. O paciente está internado desde o dia 20 de julho, passou 18 dias entubado na UTI e se recupera no Hospital Santa Catarina, na Avenida Paulista.

Por SP1 

Um grupo de motociclistas prestou uma homenagem na manhã desta segunda-feira (7) a um amigo internado com coronavírus no Hospital Santa Catarina, na Avenida Paulista, Centro de São Paulo. O grupo fez orações e recebeu o paciente Dante Dias da Costa, de 63 anos, com palmas.

A homenagem feita também se estendeu aos profissionais da saúde que estão cuidando dos pacientes com coronavírus no hospital desde o início da pandemia. Os motociclistas fazem parte de um grupo que se encontra pelo menos uma vez por semana para passear e fazer ações sociais.

Dante Dias da Costa, de 63 anos, está internado desde o dia 20 de julho no Hospital Santa Catarina. Ele passou 18 dias entubado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e chegou a fazer hemodiálise. A previsão é a de que ele receba alta ainda nesta semana.

Desde o começo da pandemia, a unidade do Hospital Santa Catarina localizada na Paulista já recebeu 3.296 pacientes com Covid-19, fez 1.300 internações e registrou 45 óbitos. Outras 1.105 pessoas receberam alta após contrair a doença.

asos e mortes em SP

O estado de São Paulo registrou no domingo (6) 40 novas mortes por coronavírus em 24 horas, chegando ao total de 31.353 óbitos desde o início da pandemia. A marca dos 30 mil óbitos, número maior do que o registrado em toda a Espanha, foi ultrapassada na última segunda-feira (31).

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, também foram registrados 2.637 novos casos em 24 horas no domingo (6), elevando o total para 855.722 desde o início da pandemia. As novas confirmações em 24 horas não significam que as mortes e casos aconteceram de um dia para o outro, mas que foram contabilizadas no sistema neste período. Os números costumam ser menores aos finais de semana e segundas-feiras.

A média móvel de mortes, que leva em consideração os registros dos últimos 7 dias e minimiza as diferenças das notificações, foi de 196 óbitos por dia no domingo.

A variação da média móvel de mortes foi de -14% em comparação ao valor registrado há 14 dias, o que para os especialistas indica estabilidade. Como o cálculo da média móvel leva em conta um período maior, é possível medir de forma mais fidedigna a tendência da pandemia.

A média móvel de casos diários era de 7.474 no domingo (6). O número de casos inclui todos os resultados positivos em exames laboratoriais, tanto os do tipo sorológico, que verifica apenas a presença de anticorpos, quanto os que analisam a presença do vírus no organismo no momento – o chamado exame RT-PCR.

%d blogueiros gostam disto: