Passeio Motociclístico do Bope reúne mais de mil motos

O 1º Passeio Motociclístico organizado pelo Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), reuniu cerca de cinco mil pessoas e mais de mil motos no sábado (25). O passeio partiu da Academia da PM no Guatupê, em São José dos Pinhais e seguiu até a Lapa.

O evento iniciou na Academia Policial Militar do Guatupê (APMG), em São José dos Pinhais, Região Metropolitana de Curitiba (RMC), às 9 horas com a concentração de mais de 1,2 mil motociclistas, dentre eles o Governador do Estado, Beto Richa, que chegou acompanhado de sua esposa Fernanda Richa. Em seguida, às 10 horas, todos os motoristas receberam orientações e seguiram para a cidade da Lapa.

“Esta é mais uma iniciativa da Polícia Militar de se integrar com a comunidade, promovendo a confraternização entre pessoas. Estou aqui com a Fernanda Richa e alguns amigos para prestigiar o BOPE e o tenente-coronel Hudson que é um dos policiais mais preparados que temos no Paraná. Graças à credibilidade da PM temos hoje um grande número de participantes para um passeio que ficará na história”, destacou o Governador Beto Richa.

O Subcomandante-Geral da PM, coronel Arildo Luis Dias, também participou do passeio e destacou a importância do contato com a população. “O BOPE trabalha em situações críticas e ter esta aproximação com as pessoas é essencial. A resposta da comunidade é positiva e demonstra que a Polícia Militar ainda é uma instituição muito bem vista e que oferece um serviço de qualidade para o cidadão. O trabalho feito pelo Batalhão de Operações Especiais é um dos melhores do país, esta unidade chegou numa capacidade de profissionalismo muito grande através de dedicação e treinamento”, disse.

Ao todo, foram feitas mais de 1,2 mil inscrições, um público acima do esperado. “Foi um desafio organizar este evento e ousamos em fazê-lo, sendo a adesão das pessoas muito grande. É importante que a sociedade conheça o BOPE, pois ele é uma ferramenta para apoiar as outras unidades e está disponível para ajudar”, destaca o Comandante do Batalhão de Operações Especiais (BOPE), tenente-coronel Hudson Leôncio Teixeira.

De acordo com o tenente-coronel Hudson, a ideia de fazer o evento tem três objetivos principais. “Queríamos reunir um grupo de pessoas que gosta de motocicleta para ir até uma cidade turística e passar um dia bacana com diversas atividades. O segundo intuito é apresentar para a população da Lapa nossas subunidades com exposições e o terceiro é arrecadar bombons que serão doados para instituições que cuidam de crianças carentes”, explica.

Durante todo o percurso os motociclistas foram escoltados e orientados por policiais militares do Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTRan) e do Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv), além do apoio da Polícia Rodoviária Federal e da equipe de escolta do Exército Brasileiro. “Há 30 anos gosto de motos e achei espetacular a iniciativa, ainda mais vindo de uma instituição tão respeitada como o BOPE. Nosso objetivo em eventos como este é unir todos os tipos de pessoas e amantes de motocicletas”, ressaltou Madison Ramos.

Para o Presidente do Motoclube Cavaleiros de Aço, Moisés da Silva, a iniciativa do BOPE é exemplar, pois integra toda a sociedade com os policiais que dedicam-se diariamente para cuidar do estado. “Ter este espaço é importante para nós, até mesmo porque já se tornou uma marca registrada da PM eventos como este, ainda mais quando o foco é ajudar outras pessoas”, lembrou.

“Não tinha ideia que teria uma presença tão forte da comunidade. Tudo isso mostra o respeito e o carinho que as pessoas têm com a Polícia Militar. Esta aproximação só pode agregar para este movimento de confraternização entre o cidadão e a corporação”, destacou Wilson José Roque. “Temos um grupo e hoje estamos aqui pela nossa paixão por motocicletas. Foi incrível a iniciativa da PM. Fomos muito bem recebidos e tivemos uma experiência única”, acrescenta Eduardo Moraes de Leal.