Pernambuco promove IV Fórum de Mobilização para Prevenção dos Acidentes com Motocicletas

O Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria Estadual de Saúde (SES) e do Comitê Estadual de Prevenção aos Acidentes de Moto (Cepam), promove nesta quinta-feira (30/11), o IV Fórum de Mobilização para Prevenção dos Acidentes com Motocicletas. Durante o evento, que acontece no auditório da SES, das 14h às 17h, serão apresentados índices atualizados, discussão de ações para salvar vidas no trânsito e diminuir os números de acidentados no Estado, além do balanço dos trabalhos da Operação Lei Seca.

O evento contará com a participação do coordenador do Cepam, João Veiga, do coordenador de Educação, Hélio Calábria, além do coordenador-executivo da Operação Lei Seca, tenente coronel Fábio Bagetti. Com a missão de diminuir os altos índices de acidentados com motocicletas, o Cepam identifica, registra e desenvolve ações que atuam em quatro eixos prioritários: legislação, fiscalização, saúde e educação. Na Saúde, o objetivo é integrar os serviços pré-hospitalares (Samu, Bombeiros, UPAs e policlínicas), visando agilizar o atendimento às vítimas, além do ordenamento da rede de alta complexidade para os pacientes acidentados.

No primeiro ano de atuação, foram instalados Comitês Regionais de Prevenção aos Acidentes de Moto nas 12 Gerências Regionais de Saúde, integrando assim as 185 secretarias municipais de Saúde. Todos os doze hospitais regionais foram transformados em unidades sentinelas e implantaram a notificação compulsória para registrar acidentes e óbitos envolvendo motos. O Instituto Médico Legal (IML) também passou a contabilizar, separadamente, os óbitos causados por acidentes de moto, a fim de garantir agilidade na obtenção de dados.

Salas de emergência das UPAs e hospitais regionais foram equipados com respiradores para atenderem aos pacientes mais graves que chegam às unidades, em sua grande maioria, vítimas de acidentes de moto. O Cepam garantiu a criação de protocolo de atendimento e transferência para pacientes vítimas de acidentes de moto e realizou, em parceria com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), georeferenciamento dos acidentes ocorridos em 2011 na BR-101, nos trechos que cortam o Estado.

 

%d blogueiros gostam disto: