Piloto de motos espanhol sofre acidente nos treinos

O espanhol Raul Torras sofreu hoje um acidente nos treinos livres da corrida de motos do Grande Prémio de Macau, mas a sua equipa diz que o piloto não sofreu fraturas e aparenta estar livre de perigo.

 

“Os médicos estão otimistas. Raul consegue mover todas as extremidades. Descarta-se qualquer fratura e somente se realça uma inflamação na clavícula direita. Os responsáveis da equipa tiveram oportunidade de falar com ele, e, com alguma prudência, pode dizer-se que está fora de perigo”, lê-se em comunicado da equipa.

Estreante no Circuito da Guia, o piloto foi transportado de emergência para o Centro Hospitalar Conde São Januário, onde ficará sob observação nos próximos dias, uma vez que o traumatismo, com consequente perda de conhecimento, provocou uma pequena hemorragia.

O espanhol caiu na curva ‘Mandarim Orintal’, numa das zonas mais rápidas do circuito citadino de Macau.

A COMISSÃO ORGANIZADORA ADMITIU MEDIDAS PARA REFORÇAR A SEGURANÇA

No ano passado, a competição ficou marcada pela morte do piloto britânico Daniel Hegarty (Honda), de 31 anos, na sequência de um acidente, ocorrido a meio da prova de motos, que não registava fatalidades desde 2012.

Durante o ano, a comissão organizadora admitiu medidas para reforçar a segurança, mas pouco foi adiantado, exceto que a prova já obedece aos critérios de segurança exigidos pela FIA (Federação Internacional do Automóvel).

Mick Schumacher, recém-campeão de Fórmula 3, liderou hoje a sessão de treinos livres de abertura do Grande Prémio de Macau, naquela categoria.

Disputado no icónico traçado citadino de 6,2 quilómetros, O Grande Prémio é o maior evento desportivo organizado na Região Administrativa Especial chinesa e uma das mais antigas provas automobilísticas em todo o mundo.

 

%d blogueiros gostam disto: