Pilotos Honda são campeões no Ibitipoca Off Road, Pro Tork é vice

Pilotos da Honda Racing dominam as duas principais categorias da edição de 30 anos do Ibitipoca Off-Road, uma das mais tradicionais competições de enduro de regularidade do país.

A disputa ocorreu no fim de semana, dias 3 e 4 de agosto, entre as cidades de Juiz de Fora e Lima Duarte (MG), resultando em várias horas de competição.

No sábado, os competidores partiram de Juiz de Fora em direção a Lima Duarte e no domingo inverteram o roteiro. Ao todo, foram cerca de 400 quilômetros com trechos de muita umidade em meio a mata, até áreas com predomínio de pedras e areia.

Ibitipoca-OffRoad-2019_Tunico-Maciel-00

Tunico Maciel e Dário Júlio campeões da edição histórica

Tunico Maciel e Dário Júlio foram os grandes campeões da edição histórica de 30 anos do Ibitipoca Off-Road. Mineiros da equipe Honda Racing de Enduro de Regularidade faturam as categorias Master e Brasil, respectivamente. Já Bárbara Neves é vice-campeã da classe Feminina.

A competição terminou neste domingo (4), em Juiz de Fora (MG), mesmo local da largada. Os pilotos percorreram mais de 400 quilômetros em dois dias de disputas, que ainda passaram pelas regiões de Lima Duarte e de Conceição do Ibitipoca, em Minas Gerais.

Ao todo, foram 561 motos inscritas, divididas em 18 categorias.

Ibitipoca-OffRoad-2019_Tunico-Maciel

Mesmo com foco total na defesa do título do Rally dos Sertões, que começa no dia 24 deste mês, Tunico Maciel contou que sempre entra em uma competição para fazer o melhor. No sábado (3), ele ficou na segunda colocação e terminou em primeiro o último dia.

“A prova foi muito boa e bastante dura. Consegui andar bem, tranquilo e concentrado. Tivemos todos os tipos de terreno, com muitas trilhas, pedra e areia. No final, a chuva que caiu trouxe barro, lama e piso liso. Estou bastante feliz com esse resultado”, destacou o mineiro.

Na competição, Tunico Maciel acelerou a motocicleta Honda CRF 450R.

Ibitipoca-OffRoad-2019_Dario-Julio

Dário Júlio, que venceu a categoria Over 40 no ano passado, faturou desta vez a Brasil, classe exclusiva para motos de fabricação nacional, com a nova CRF 250F (veja mais).

“No primeiro dia, consegui andar muito bem, concentrado, e não errei nada. Peguei um congestionamento de motos travadas em algumas trilhas mais técnicas, porém escapei bem rápido. Neste domingo, na primeira parte do dia, bati numa pedra e entortei o pedal de marcha, o que me prejudicou. Na segunda parte, tinham alguns morros que pegaram muita gente. Em um deles, eu acabei caindo e demorei para sair, mas felizmente deu tudo certo e levamos mais uma vitória”, contou.

Ibitipoca-OffRoad-2019_Barbara-Neves

Bárbara Neves, piloto da equipe Honda Racing de Enduro FIM, encarou pela primeira vez o Ibitipoca Off Road e aproveitou para ganhar mais experiência no enduro de regularidade.

A goiana venceu as duas etapas deste domingo na categoria Feminina, depois de fechar o primeiro dia na terceira colocação. Mas isso não foi o bastante para ser campeã. Na soma dos resultados, ela terminou em segundo lugar.

“Gostei muito de participar da prova, foi um grande aprendizado, principalmente por conta da navegação, que não temos no enduro FIM. A garoa que caiu neste domingo apimentou a disputa, já que tivemos de andar sem óculos porque embaçava. Aproveitei todas as oportunidades, principalmente por estar ao lado de dois grandes campeões, como o Tunico e o Dário”, ressaltou a goiana, que utilizou também a o moto Honda CRF 250F.

Ibitipoca-OffRoad-2019_Emerson-Loth

Pro Tork fatura o vice da Master e é campeã na categoria “Pai e Filho”

Emerson “Bombadinho” Loth, piloto Pro Tork, venceu três das quatro etapas do 30º Ibitipoca Off Road, mas um erro de navegação acabou sendo o responsável pelo vice na categoria principal, a Master.

“Foi cansativo, sete a oito horas de prova por dia, exigiu bastante preparo. No sábado me saí muito bem, mas na manhã de domingo errei o caminho e perdi minutos importantes, acabando esse trecho em décimo. Gostaria muito de ter mantido o título com a equipe, perdi por apenas três pontos de diferença”, explica o atleta Pro Tork.

Ibitipoca-OffRoad-2019_Pro-Tork

A Pro Tork comemorou a conquista de Jony Jachtchechen e seu filho Rudá na categoria Pai e Filho.

“Foi uma das melhores provas que já fiz correndo com ele. Estava bem disputado, mas conseguimos vencer as duas primeiras etapas e fomos segundo nas demais, fechando o evento com a taça”, afirma Jony.

Resultados do Ibitipoca Off Road 2019 – 30ª edição

Categoria Master

1º – Tunico Maciel – 89 pontos

2º – Emerson Loth – 86 pontos

3º – Luiz Felipe Zavarize – 74 pontos

4º – Rodrigo Souza – 66 pontos

5º – Jomar Grecco – 66 pontos

Categoria Brasil

1º – Dário Júlio – 92 pontos

2º – Thiago Veloso – 89 pontos

3º – Fabio Amaral – 80 pontos

4º – Felipe Arantes – 70 pontos

5º – Douglas Schumacker – 61 pontos

Categoria Feminina

1º – Kessia Tristão – 94 pontos

2º – Bárbara Neves – 90 pontos

3º – Mery Paula Teixeira – 82 pontos

4º – Aline Gorgulho – 74 pontos

5º – Rosa Freitag – 32 pontos

Categoria Pai e Filho

1) Jony e Rudá Jachtchechen – 94 pontos (Pro Tork)

2) Adriano e Fabio de Freitas – 92 pontos

3) Eduardo e Eduardo Dranka Filho – 76 pontos

4) Helio Viana de Aquino e Marcel – 74 pontos

5) Thanus e Gabriel Lancini – 64 pontos

%d blogueiros gostam disto: