Prefeitura planeja instalar mais 270 radares nas ruas de São Paulo

Edital de licitação publicado nesta quinta prevê ampliação de 890 para 1.160 equipamentos

Com 890 radares distribuídos na cidade, a Prefeitura de São Paulo publicou nesta quinta-feira (19), no Diário Oficial, edital de licitação para implementação de mais 270 equipamentos fixos, que totalizarão 1.160.

O edital ainda inclui no contrato a manutenção de todo parque de fiscalização eletrônica da cidade, inclusive a substituição, se necessária, dos 890 radares já instalados.

Além de fiscalizar carros e caminhões nas vias públicas, a empresa que ganhar a licitação deverá disponibilizar radares com tecnologia capaz de multar com maior efetividade as infrações cometidas por motociclistas, segundo a Secretaria Municipal de Mobilidade e Transportes.

Os prazos para implantação e mudanças não foram informados.

Em 2018 pela primeira vez, o número de mortes de motociclistas no trânsito ultrapassou o de pedestres: 366 conta 349 pessoas a pé.

Desde maio de 2017, a prefeitura deixou de utilizar radares estáticos instalados em caixas de metal, que dificultavam a identificação dos equipamentos por parte dos motoristas.

Os contratos serão divididos em cinco lotes, nas cinco regiões da cidade, e com validade de 60 meses. O custo estimado pela gestão Bruno Covas é de R$ 1,3 bilhão, mas cada lote será arrematado pela empresa que oferecer o menor preço.

A pasta não informou uma data prevista para a instalação dos novos equipamentos, a partir da finalização do processo licitatório.

Após sete meses, o número de multas de trânsito aplicadas na cidade de São Paulo voltou a crescer, em comparação com o ano passado. Em agosto de 2019, segundo dados divulgados pelo portal Mobilidade Segura da gestão Bruno Covas (PSDB) , foram 910.266 infrações autuadas. Em 2018 o número havia sido de 901.216 no mesmo mês, quase 10 mil a menos.

Desde segunda-feira entraram em operação novos radares em quatro túneis da capital paulista. Os equipamentos estão nos túneis Ayrton Senna 2 (sentido Ibirapuera), passagem Franklin Roosevelt (sentido Lapa), Max Feffer (sentido Centro), e Maria Maluf (ambos sentidos).

%d blogueiros gostam disto: