Presa quadrilha que roubava motos em BH

Uma quadrilha especializada em furtos de motos de trilha foi apresentada pela Polícia Civil, na tarde desta segunda-feira (3), na sede do Departamento de Trânsito (Detran-MG). Três suspeitos, presos no estacionamento de um shopping center da capital, foram apontados como responsáveis por um esquema que tinha como alvo principal motocicletas XRE 300 cilindradas.

Segundo o delegado Felipe Fonseca, responsável pela investigação, as motos que custam em média R$ 15 mil, eram revendidas por cerca de R$ 1,5 mil no município de Malacaxeta, no Vale do Mucuri, e também no Estado do Espírito Santo.

“O que chama a atenção é que esses criminosos realizavam esses furtos em menos de 20 segundos. Eles tinham ainda o auxílio de um mecânico e de um funcionário de um empresa de rastreamento que fornecia informações privilegiadas sobre onde as motos estavam”, explica.

Reincidência

Dois dos suspeitos presos pela Polícia Civil na investigação são monitorados por tornozeleira eletrônica, mas não usavam o aparelho no momento do flagrante. Segundo o delegado, um dos homens afirmou já ter saído de casa sem o rastreamento por mais de cinco vezes.

“O que agrava a situação é que, como a tornozeleira estava na casa dos criminosos no momento da prisão, não há como provar que eles estavam no local do crime por meio do monitoramento. Isso acaba ajudar a liberação desses criminosos das audiências de custódia”, avalia Fonseca.

%d blogueiros gostam disto: