Robert M. Pirsig, autor de ‘Zen e a arte da manutenção de motocicletas’, morre aos 88 anos

NOVA YORK — Robert M. Pirsig, autor do romance filosófico “Zen e a arte da manutenção de motocicletas”, morreu nesta segunda-feira aos 88 anos, informa seu editor. O editor executivo de William Morrow & Co, Peter Hubbard, disse em uma declaração que a esposa de Pirsig, Wendy, havia confirmado sua morte em sua casa no Maine “após um período de problemas de saúde”.

“Zen e da arte da manutenção da motocicleta” foi publicado em 1974, após ter sido rejeitado por mais de 100 outros editores. O livro conta uma história de pai e filho durante uma viagem de motocicleta pelo oeste dos Estados Unidos. Ligeiramente autobiográfico, contém flashbacks de um período no qual o autor foi diagnosticado com esquizofrenia.

O livro rapidamente se tornou um best-seller, vendendo mais de 5 milhões de cópias. Pirsig disse que o protagonista “pretendia resolver o conflito entre valores clássicos que criam máquinas, como uma motocicleta, e valores românticos como experimentar a beleza de uma estrada rural”.

Nascido em Minneapolis, Pirsig tinha um QI alto e se formou na escola secundária aos 15 anos de idade. Obteve um diploma em filosofia e também trabalhou como escritor técnico e instrutor de inglês antes de ser hospitalizado por doença mental no início dos anos 1960.

 

Seu pensamento filosófico e experiências pessoais durante esses anos, incluindo uma viagem de motocicleta em 1968 através do oeste dos EUA com seu filho mais velho, Christopher, formaram o núcleo da narrativa do romance.

 

%d blogueiros gostam disto: