Roubos de motos de alta cilindrada cresce no Brasil

Empresa de rastreamento de veículos registrou alta de 24,2% no roubos e furtos de motocicletas com motor acima de 200 cm³

O número de roubos e furtos de motocicletas com motor acima de 200 cm³ aumentou expressivos 24,21% no primeiro semestre de 2019. Os números são em relação ao mesmo período do ano passado. Apenas entre o primeiro e o segundo trimestre do ano, as ocorrências subiram 22,64%. Os dados são do Grupo Tracker, empresa de rastreamento de veículos.

Os roubos representam 82,3% do total de ocorrências. O horário entre 17h e 23h de sexta-feira a domingo são os que mais registram roubos e furtos a esse tipo de motocicleta. Os furtos respondem por 17,7% das ocorrências registradas no banco de dados da Tracker.

Segundo o coordenador do Comando de Operações da empresa, Vitor Correa, as motos roubadas são usadas em “rolezinhos” e ostentadas pelos criminosos. Além disso, o alto percentual de roubos indica uma maior ousadia dos assaltantes, ainda segundo o executivo.

Vigilância

A empresa de rastreamento já recuperou mais de 50 mil veículos em 19 anos de atividade. O sistema pode ser instalado em 237 modelos de motos diferentes, e usa radiofrequência para sinalizar a localização da motocicleta.

%d blogueiros gostam disto: