Venda de motos cai 20,5% neste ano

Apesar da recente melhora em índices econômicos, como a inflação (o IPCA acumula 2,99% nos últimos 12 meses) e os juros (taxa Selic está 9,25% ao ano), além da expectativa de retomada após chegarem ao fundo do poço, alguns setores demoram mais para se recuperar dos efeitos das crises política e econômica que ainda assolam o País. É o caso do segmento das motocicletas.

De acordo com o último levantamento da Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores), o volume de emplacamentos de motos despencou 20,5% entre janeiro e julho, na comparação com o mesmo período do ano passado, recuando de 626.235 para 497.624 comercializações – 128 mil unidades a menos. Na comparação interanual, o resultado também não é animador. Em julho de 2016 saíram das concessionárias 79.127 motos, enquanto que, no mês passado, foram 70.344, queda de 11,1%.

%d blogueiros gostam disto: