Vendas de motos caem 6,99% em novembro ante outubro, diz Fenabrave

As vendas de motos novas mostraram no mês passado queda de 6,99% frente a outubro, segundo levantamento apresentado nesta quarta-feira, 2, pela Fenabrave, entidade que representa as concessionárias do País.

Em relação a novembro de 2019, houve leve crescimento de 1,16% nas vendas de motos, que totalizaram 89,4 mil unidades no mês passado.

Ao comentar o resultado, o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior, disse que, embora a falta de peças continue sendo um problema nas linhas de montagem, as montadoras conseguiram reduzir o prazo médio de entrega de motos: de 37 dias para 25 dias.

“Como efeito da pandemia, observamos a consolidação do uso comercial da motocicleta no transporte de bens e mercadorias, além, é claro, da sua utilização como transporte individual, por conta da segurança em relação à maior exposição ao contágio no transporte coletivo”, comentou o executivo.

Assumpção Júnior acrescentou que os bancos vêm aprovando uma média de seis a cada dez pedidos de crédito para aquisição de motocicletas, um “bom nível”.

Em novembro, a Honda, líder hegemônica deste mercado, respondeu por 77,84% das vendas totais. Na vice-liderança, a Yamaha teve 16,3% do total vendido no mês passado.

De janeiro a novembro, 816,7 mil motocicletas foram emplacadas no Brasil, 16,96% a menos do que nos onze primeiros meses do ano passado.

https://www.youtube.com/c/TonyCavalcanti