XMax da YAMAHA vai custar R$ 21.990

Entregas, no entanto, só começam em abril do ano que vem.

A Yamaha iniciou a pré-venda do scooter Xmax 250, apresentado pela marca dos três diapasões no Salão Duas Rodas 2019. Ele chega às revendas a partir de abril de 2020, mas já pode ser encomendado nas concessionárias da marca ao preço de R$ 21.990 (sem frete).

O XMax é tratado pela Yamaha como um scooter “premium”. Ele é maior e mais requintado do que o NMax 160. Para 2020, também é aguardada a chegada do Honda Forza 300 ao mercado brasileiro, que será um novo concorrente para o XMax.

O Xmax 250 vem recheado de itens de eletrônica, como controle de tração, freios ABS nas duas rodas e acionamento com chave de presença. Seu motor é monocilíndrico de 250 cm³ com 4 válvulas, comando único e refrigeração líquida, capaz de render a potência máxima de 22,8 cv a 7.000 RPM e o torque máximo de 2,5 Kgf.m a 5.500 rpm. A transmissão é automática do tipo CVT, que dispensa as mudanças de marcha.

Seu motor tem 250 cm³ e entrega 22,8 cv (contra 15,1 cv do “irmão” menor). Além disso, o XMax 250 tem, de série, freios ABS, controle de tração e partida por chave presencial.

Em seu projeto, a ciclística ganhou atenção especial, o que pode ser comprovado no entre eixos relativamente curto de 1.540 mm, nas rodas grandes e largas, calçadas por pneus sem câmara com as medidas de 120/70 R15 na frente, e 140/70 R14 na roda traseira, e as suspensões bem calibradas. Elas são capazes de garantir conforto em seu funcionamento, mas sem comprometer a pilotagem mais esportiva.

Na frente, os amortecedores do XMAX ABS têm curso de 110 mm e são tão robustos quanto os utilizados em motos de média cilindrada, enquanto na traseira o curso dos amortecedores é de 92 mm, permitindo o ajuste na pré-carga da mola em até cinco posições diferentes.

O painel multifuncional é bem completo, e traz velocímetro e conta-giros analógicos, garantindo apelo esportivo. Entre eles, um display digital em LCD mostra funções, como marcador de combustível, consumo, autonomia, entre outros. Funções como indicador de Controle de tração ativado e funcionamento do ABS são indicadas através de luzes de advertência.

O banco do Xmax é em dois níveis, oferecendo melhor ergonomia e conforto tanto para o piloto quanto para o garupa. Sob o assento, o compartimento tem um espaço que, segundo a Yamaha, é capaz de comportar dois capacetes fechados de tamanho grande. Para transportar pequenos objetos há outros dois compartimentos de fácil acesso no cockpit. Sua posição de pilotagem permite uma condução confortável graças ao guidão, que possui ajuste de distância, e ao para-brisa, que oferece ajuste de altura.

%d blogueiros gostam disto: