Yamaha Ténéré 700 2020

Yamaha lançou a mais nova big trail, à venda na Europa, uma “ralizeira” boa de estrada, mas que enfrenta trilhas; no Brasil, só em 2020

Finalmente, a Yamaha colocou nas lojas da Europa a mais nova big trail da marca, a inédita Ténéré 700 2020, que era aguardada há três anos, desde sua primeira apresentação como protótipo.

Com corpinho de “treieira” e o motor da MT-07, a moto aventureira, que carrega um dos nomes mais icônicos do mundo off-road, chega simples, sem muita parafernália eletrônica (que piloto aventureiro não gosta mesmo), porém, na medida certa para encarar estradas, ralis e afins, com muita desenvoltura e leveza (do ser).

Jornalistas europeus felizardos, já testaram, gostaram e definiram-na como bem-equilibrada para andar em todo-terreno.

A moto tem visual agressivo com desenho que já inspira uma tocada com gotas de adrenalina. Ela está esguia com o chassi que tem apenas 39 kg (boa flexibilidade, maneabilidade e rigidez), e com o motor bicilíndrico estreito.

Tem à frente bloco de farol composto por quatro lâmpadas de LED e um painel LCD, retangular tradicional, com base para montar um smartphone, GPS etc., tudo bem harmonioso como a Yamaha é mestre em fazer. O novo modelo se destaca de longe com seu estilo propositalmente de rali.

A ciclística é seu ponto forte, como já falamos acima por ser mais leve. Tem peso de 204 kg, tanque para 16 L e usa rodas raiadas calçadas com pneus 90/90- 21 e 150/70-18 atrás, que facilitam o uso no off-road. Para conforto do piloto chega bem equipada com para-brisas, apropriado para longas viagens, e protetores de mão.

As suspensões Kayaba são de tubos invertidos na frente e monoamortecida na traseira, tudo com ajustes fáceis, guarnecidas com duplos discos de freios Brembo, na frente e simples atrás, dotados de ABS de última geração, que pode ser desligado se o piloto preferir.

Para movimentar a Ténéré 700, a Yamaha escalou o motor na MT-07, que vem com diferenças apenas no mapa de injeção, na exaustão, para reforçar o torque, e na caixa.

No restante, continua o mesmo bicilíndrico paralelo de 689 cc, oito válvulas, e refrigeração líquida. A potência é de 72 cv de potência a 9.000 rpm e o torque tem 6,9 kgfm a 6.500 rpm. O câmbio tem seis marchas, sendo a sexta com pequena redução.

O modelo todo-terreno da Yamaha concorrerá com big trails maiores, porém mais pesadas e menos ágeis, tais como BMW F 850 GS, KTM 790 Adventure e Triumph Tiger 800.

A nova Ténéré 700 deve vir ao Brasil ainda neste ano para uma aparição no Salão Duas Rodas, em São Paulo, em novembro. Mas, nas lojas, provavelmente, chegará no segundo semestre de 2020. O preço na Europa é por volta de R$ 41 mil.

FICHA TÉCNICA | Yamaha Ténéré 700 

  • Motor: Dois cilindros paralelos, DOHC, oito válvulas e refrigerado a líquido
  • Potência: 72 cv a 9.000 rpm
  • Torque: 6,9 kgfm a 6.500 rpm
  • Câmbio: Seis marchas
  • Freios ABS: (D) 2 discos (T) disco
  • Tanque: 16 L
  • Peso: 204 kg
  • Preço Europa: R$ 41 mil
%d blogueiros gostam disto: