Coluna do Motoca – Baterias, dicas – Parte 1

Você adquiriu sua moto, um veículo que te carregará para o seu destino mais rápido, pelo caótico trânsito das cidades, velocidade tal que por uma falha de manutenção pode ocasionar um grave acidente. Para tal, é necessário muito cuidado, por isso, essas dicas básicas de manutenção para moto, servirá para evitar surpresas. São elas: bateria, cabos, corrente, filtro de ar, freios, óleo de motor, pneus, vela de ignição, óleo de bengala e lubrificação de rolamentos. Durante a semana vamos abordar estes itens para te ajudar a manter o sua motocicleta segura com uma simples revisão preventiva.

Vamos abordar 10 itens: bateria, cabos, corrente, filtro de ar, freios, óleo de motor, pneus, vela de ignição, óleo de bengala e lubrificação de rolamentos.

 

BATERIA: COM MANUTENÇÂO e SELADA.

BATERIAS COM MANUTENÇÃO

As novas baterias de moto são seladas e raramente precisam de manutenção, no caso da velha necessidade de completar água. As baterias geralmente tem um visor com uma “bolinha” onde você pode verificar seu nível de carga. As que não tem, você pode fazer a medição com o multímetro, é barato, e simples de usar.

bateria_1

As que tem de completar o nível, é necessário removê-la. Antes, utilize ferramentas adequadas, e localize a bateria em sua moto que encontra-se no seu manual. Desligue a bateria removendo o polo negativo (preto) e retire da moto. Abra todas as tampinhas (as selada são lacradas) e complete o nível com água destilada, vendida em postos de combustíveis, farmácias, lojas de peças… entre outros. Não use água mineral, nem de torneira.
** Tome muito cuidado, o líquido interno inicial da bateria é um ácido, lave bem as mãos após o manuseio.

Limpe sempre os polos de sua bateria, pois a oxidação pode gerar transtornos quando sua moto estiver em movimento. Estando oxidado, basta jogar água quente, que limpará o zinabre. Após a limpeza utilize uma graxa, pode ser líquida, em pasta, a sua escolha.

BATERIAS SELADAS

Meça com frequência a carga da bateria de sua moto. Se ela ficar mais de uma semana parada, desligue o polo negativo. Isso preserva de transtornos, como descarregamento da bateria. Rode com o seu veículo ao menos uma vez por semana, pois mesmo parada, gera desgaste dos componentes.

bateria_2

 

Verifique também o sistema de carga (estator – gerador de energia, retificador – regulador de tensão, CCA da bateria – corrente de partida), pois uma falha nestes componentes podem te deixar na rua em situação de risco. Verifique também se há fuga de carga. Evite transtornos.

bateria_3

 

 

personagem_motoca-1

Deixe já o seu comentário

%d blogueiros gostam disto: