HELIAR LANÇA BATERIA DE ÍONS DE LÍTIO PARA MOTOS

Nem só de novas motos viverá o Salão Duas Rodas. Muitos novos produtos para motos e para motociclistas serão apresentados e, entre eles, está a nova bateria Heliar Lítio. A novidade pesa 70% menos e dura até 10 vezes mais que uma bateria convencional de chumbo ácido. Claro, vai custar mais caro também, “mas o preço será altamente compensador”, prevê Nilton Ceolato, diretor de desenvolvimento de negócios da Clarios, empresa à qual pertence a Heliar, marca líder em baterias para motocicletas no Brasil.

A Heliar é fornecedora de baterias a cerca de 90% das motocicletas fabricadas em Manaus (AM) e é a primeira fabricante a investir na tecnologia de íons de lítio para motocicletas no Brasil. A Clarios, multinacional proprietária da marca Heliar, produz células de íons de lítio nos Estados Unidos desde 2009 e agora traz também essa tecnologia para as baterias de moto no Brasil. “A nova Heliar Lítio chegará ao Brasil importada da Ásia, onde a empresa produz baterias de vários tipos para todos os tipos de veículos”, fala Ceolato.

Como se trata de um produto de valor maior, a Heliar decidiu lançar a Heliar Lítio apenas para motos do segmento “premium” do mercado brasileiro, que inclui motos equipadas com motores acima de 500 cm³. Ceolato explica que o ritmo do crescimento de vendas fará o preço cair e a mesma tecnologia chegará para as motos menores. “Ser mais eficiente, ganhar espaço e liberar peso está na ordem do dia para os projetistas de carros e motos e sabemos que isso levará as empresas a buscarem as novas tecnologias, apesar de mais cara, mas muito mais eficiente”, prevê Nilton Ceolato.

Por enquanto, a nova bateria estará disponível apenas ao mercado de reposição a partir do primeiro semestre de 2020. O preço vai variar de acordo com a capacidade. “Acreditamos que o preço será entre 2 e 3 vezes mais cara que uma bateria convencional equivalente”, fala Ceolato, e complementa: “Elas terão as mesmas dimensões das outras baterias produzidas pela marca com tecnologia chumbo-ácido, podendo ser aplicadas em qualquer motocicleta”.

Bateria Heliar Lítio: quem faz?

A Heliar tem uma fábrica de baterias de motos instalada em Sorocaba (SP), que é a maior do setor na América Latina, com a fabricação de 2,8 milhões de baterias por ano. A produção de baterias de motos no Brasil se iniciou em 2000, quando a então Delphi, que havia adquirido a Heliar, recebeu uma solicitação da Honda que necessitava de baterias mais potentes para suas motos com partida elétrica. Em 2005 a Delphi foi comprada pela Johnson Controls, que teve sua área de acumuladores de energia absorvida em 2018 pela Clarios. A Clarios opera globalmente no segmento de baterias e armazenamento de energia, emprega mais de 16 mil funcionários em 56 instalações em todo o mundo.

%d blogueiros gostam disto: