Tiger encara aventura radical na Europa

A Triumph BH, em companhia da TRX Triumph Ride Experience, viajou até os Alpes Suíços e Italianos para testar a nova motocicleta crossover Tiger Explorer. O modelo, já disponível na concessionária da marca em Belo Horizonte, chega completamente renovado, mais luxuoso, com novas tecnologias, potência e conforto, o que a coloca em destaque no topo do segmento.
Durante sete dias, de 11 a 17 de junho, o sócio-diretor da Triumph BH, Camilo Lucian, sua mulher Kátia Gomes, e o piloto internacional Pablo Berardi, da TRX Tours, além de outros pilotos, percorreram cerca de 2.000 km pelos Alpes Suíços e Italianos, em um dos lugares mais belos do mundo para teste das motos.

Os motociclistas partiram de Zurique, na Suíça, passando por diversas cidades e lugares deslumbrantes, com destaque para Saint Moritz, Lucerna e lago Genebra (Suíça), lago de Garda (Itália), até chegar a Chamonix – pico Mont Blanc, na França – e depois retornar para Zurique.

A nova Tiger Explorer foi testada em condições extremas com temperaturas oscilando entre 2ºC a 35ºC graus e altitudes que chegaram a 3.000 m. As estradas conhecidas como Passos, com larguras que variavam de 2,5 m a 4 m, percursos íngremes com subidas e descidas de tirar o fôlego e centenas de curvas acentuadas, exigiram do equipamento plena performance em trocas de marchas, frenagens e retomadas de velocidade.

Na Itália exigiram muito das motos as travessias do Passo de Gavia e do Passo dello Stelvio, estrada com maior altitude do percurso e notória pors suas 60 curvas acentuadas que contornam os Alpes Italiano Orientais.

Na Suíça, o desafio foi a travessia da Furkapass, estrada a 2.429 m de altitude no maciço de São Gotardo, e a Grimselpass, que fica a 2.165 m de altitude, ambas nos Alpes Suíços.

Os modelos já estão disponíveis para test ride e com preço promocional de lançamento, a partir de R$ 58,5 mil, na Triumph BH (av. Barão Homem de Melo, 4.508)

Explorer tem motor potente e tecnologia

A Tiger Explorer vem equipada com motor tricilíndrico com 1.215 cm³ e 12 válvulas, capaz de desenvolver 139 cv de potência (a 9.300 rpm) e 12,5 kgfm de torque (a 6.200 rpm), assistidos por embreagem hidráulica com discos múltiplos e auxílio de torque (slip assist), evitando a fadiga do piloto. Sistema de suspensão semiativa, batizado de Triumph Semi Active Suspension (TSAS), única do segmento com bitola de 40mm de calibre.

Há dois modos de pilotagem: no off-road, todos os bits se concentram em manter a dirigibilidade. No modo road, por outro lado, é a busca pela suavidade que dá o tom.

Motos foram aprovadas em percurso exigente

De acordo com o sócio-diretor da Triumph BH, Camilo Lucian, a travessia dos Passos, é um dos testes mais exigentes e completos do mundo para serem aplicados a motocicletas. Os modelos testados precisam se destacar em quesitos como potência, segurança e conforto.

“O novo modelo foi testado à exaustão em um percurso muito exigente, com temperaturas e altitudes elevadas. O novo modelo enfrentou com tranquilidade e ótima performance as variadas e fortes subidas do percurso”, explicou o executivo.

“Nas descidas íngremes dos alpes, a Explorer apresentou uma segurança impressionante, pontuada por seu avançado sistema de freios Brembo, que monitora a inclinação e dosa a pressão das pastilhas nas curvas para que a moto não fique de pé durante a frenagem, aliado à nova suspensão White Power (WP), que proporciona grande conforto, com segurança e desempenho. Em todas as situações a nova Explorer respondeu da melhor forma possível, demonstrando que já chega para ser o grande destaque desse segmento no mercado”, destacou Lucian.

image (1)

image (2)

image (3)

image (4)

image (5)

image

 

 

 

 

 

Fonte:otempo

%d blogueiros gostam disto: