Castelo Branco recebe mais de 130 pilotos

Castelo Branco vai receber, entre 21 e 23 de julho, a sexta jornada do campeonato do mundo de enduro, no qual participam mais de 130 pilotos de 85 equipas.

“Nos últimos quatro anos, a Escuderia de Castelo Branco (ECB) tem consolidado e apostado em várias vertentes, sendo uma delas a aposta no nacional de enduro. As prestações da organização permitiram sonhar com uma candidatura a este mundial”, disse o presidente da organização, António Sequeira.

Este responsável, que falava durante uma conferência de imprensa para apresentação desta prova, que também conta para o campeonato nacional da especialidade, no qual participam 50 pilotos portugueses, disse ainda que esta é a maior aposta que a ECB realiza na sua história.

O Alegro Enduro Castelo Branco é organizado pela ECB e tem como parceiros o município local e o Centro Comercial Alegro.

“É uma realidade. Temos uma prova de caráter mundial em Castelo Branco”, frisou.

O centro operacional da prova fica instalado no centro comercial, sendo que as atividades relacionadas com a competição começam no dia 21 de julho, com a realização das verificações técnicas e administrativas.

Às 20:00, os pilotos partem do parque fechado para a primeira etapa, um Super Test, com um quilómetro de extensão, que se realiza na zona do antigo campo militar do Montalvão.

No dia 22, pelas 09:00, a competição começa com um Cross Test, com uma extensão de 10 quilómetros, junto ao campo de futebol do Bairro do Valongo e, às 10:15, surge um novo desafio, o Extreme Test, com dois quilómetros, que se desenvolve no barrocal.

O Enduro Test começa 15 minutos mais tarde. Esta especial tem uma extensão de 10 quilómetros e desenrola-se nas proximidades do Alegro.

O dia termina com a entrega de prémios que está agendada para as 20:00.

A derradeira ronda está reservada para o dia 23, sendo que na prática, os pilotos enfrentam um desafio semelhante ao de sábado.

O presidente da Câmara de Castelo Branco, Luís Correia, realçou o trabalho desenvolvido pela ECB: “Tem sabido muito bem ocupar o seu espaço. Um autarca vê esta aceleração toda de uma forma muito positiva.”

O autarca disse ainda que atualmente, com o trabalho desenvolvido e com as parcerias que estão no terreno, pode-se dizer que Castelo Branco tem ganho força no desporto automóvel.

“É este o caminho que pretendemos continuar”, disse.

Já o diretor da prova, Helder Esteves, explicou que esta prova está a ser organizada há mais de oito meses.

“Ao longo dos últimos meses foram tomadas muitas medidas para que esta edição seja reconhecida pela qualidade”, disse.

Este responsável adiantou ainda que esta é a prova de maior dimensão que a ECB já realizou no que diz respeito a motos.

“É pontuável para o campeonato do mundo, o que implica um nível de exigência de exceção. É uma oportunidade única para ver os melhores do planeta a competir na região”, concluiu.

A ECB vai ter no terreno, durante os três dias de competição, cerca de 300 pessoas a colaborar para que a prova seja um sucesso.

%d blogueiros gostam disto: